ESTE SITE QUER SER COMO O FAROL NO MEIO DO OCEANO, MOSTRANDO UM PEQUENO FEIXE DE LUZ. PEQUENO, MAS ESSENCIAL. SEM ELE OS NAVIOS ENCALHAM, AFUNDAM. CLARO QUE NÃO TENHO ESSA PRETENSÃO, DE IMPEDIR QUE OUTROS AFUNDEM. MAS AINDA ASSIM, QUERO SER UMA LUZINHA BRILHANDO. ELA É PROVENIENTE DE UMA LUZ MAIOR, QUE BRILHA NO MEU CORAÇÃO.

DOS INCRÉDULOS TENHO DÓ. MAS, O QUE SERIA DA MINHA VIDA SEM A FÉ NAQUELE QUE É A 'LUZ DO MUNDO'?

PRECISAMOS APRENDER O DESAPEGO, A LIBERDADE!

Quem colocou em nosso coração, em nossa mente, que PRECISAMOS de 'objetos' para sermos felizes? Eles podem estar eventualmente a nosso serviço, e não o contrário. O neoliberalismo quer que estejamos sempre CONSUMINDO, alimentando SUA MÁQUINA DE FAZER DINHEIRO. Jogam milhares de produtos no mercado diariamente e nós pobres cegos, corremos para comer, no coxo da ambição e da ganância deles. Essa mesma ambição que destrói nossas matas, prostitui nossas crianças, vicia, adoece e assassina nossos jovens, joga nossos velhos nos asilos, porque não produzem mais... Em que nos transformamos?

Existe outra ambição: a de querer ser grande, o melhor, o mais competente, ganhar muito, ser PH.D. Mestre, Doutor, etc...
Mas, será que nos perguntamos como e com quem ficam nossas crianças enquanto perseguimos esses alvos? O que estão aprendendo longe de nós? Recebendo atenção, carinho, ou aprendendo o desprezo, o desrespeito, o desamor? O tempo, o momento presente, está escapando de nossos dedos para um hipotético 'amanhã', ou temos sensibilidade para apreciar a Natureza ao nosso redor, dar um sorriso desinteressado a quem tem os olhos apagados pela indiferença, desamor? Aceitar e acolher o 'diferente', e não querer eliminar os que cruzam nosso caminho. Eles são nossos irmãos e irmãs de caminhada, nos foram dados para que possamos exercitar neles o nosso amor. "What the world needs now is love", já cantavam os Beatles na década de 60. "O que o mundo precisa agora é de amor!" E para amar, precisamos esvaziar o coração de tantas 'tralhas', para que possa caber o outro.

Enfim, precisamos nos perguntar em cada etapa da estrada da vida, 'o que realmente importa', para nós, enquanto seres humanos. Somos parte pequeníssima da grande Família Humana. Não nos deixemos coisificar. A Vida Simples é para ser vivida. Ela é NATURAL, não algo mais que precisamos adquirir. O que precisamos é tirar coisas em excesso, não acrescentar. Nascemos pelados. Prontos para a vida, perfeitos. Não compliquemos o Plano do Criador.

Seja bem-vindo(a) a este site!

 

Jandira, única autora e webmaster do site.

Quer fazer parte do Grupo Virtual no Google? Visite, e associe-se! Vamos trocar idéias, nos organizar!
BLOG
- visite, participe!
No Orkut também temos uma Comunidade da Simplicidade Voluntária

21/09 - dia da árvore - adote pelo menos uma. Ensine a cuidar e não a destruir, não aos incêndios, não à destruição do verde.

 

Clique na flor para entrar no site (click flower to enter)

 

"Oh, bendita simplicidade, que apreende com presteza o que a engenhosidade, exausta a serviço da vaidade, apenas pode apreender lentamente." (Soren Kierkegaard)

 

"Seja ecológico: ajude o planeta a preservar você!"


"A DITADURA DA BELEZA E A REVOLUÇÃO DAS MULHERES" - LEIA

Assine nosso livro de visitas, ou deixe sua sugestão, clicando no livro acima! Obrigada!

. Visite também o site do amigo Jorge Mello "Instituto Brasil Simples" www.simplicidade.net


. Visite o site de Duane Elgin, autor de "Simplicidade Voluntaria", ed. Pensamento, (site em inglês)

 


"E Deus viu que tudo era muito bom!" (Gênesis, 1,31)